Adriano Nogara, Estudante de Direito
  • Estudante de Direito

Adriano Nogara

Cascavel (PR)
0seguidor0seguindo
Entrar em contato

Comentários

(13)
Adriano Nogara, Estudante de Direito
Adriano Nogara
Comentário · há 3 anos
Adriano Nogara, Estudante de Direito
Adriano Nogara
Comentário · há 3 anos
Tentou-se essa penalização extensiva com o álcool nos EUA (durante a Lei Seca), e o que se viu foi um aumento no uso da substância, o enriquecimento dos "traficantes" e o aumento da violência. Discordando de você, proibir nunca é a solução.
Citando um exemplo dado por você, o caso do cigarro. Nos últimos 20 anos a quantidade de novos fumantes diminuiu em 50%. Mas isso foi conseguido com penalização do consumo ou produção?
Muito pelo contrário, tal redução se deve à políticas públicas de educação e conscientização. Tais políticas buscaram ridicularizar o fumante, demonstrando ele como alguém fraco e decrépito. Isso fez com que as gerações mais novas tivessem asco de cigarros e, por isso, diminuiu o numero de novos fumantes.

Recomendações

(5)
Adriano Nogara, Estudante de Direito
Adriano Nogara
Comentário · há 3 anos
Tentou-se essa penalização extensiva com o álcool nos EUA (durante a Lei Seca), e o que se viu foi um aumento no uso da substância, o enriquecimento dos "traficantes" e o aumento da violência. Discordando de você, proibir nunca é a solução.
Citando um exemplo dado por você, o caso do cigarro. Nos últimos 20 anos a quantidade de novos fumantes diminuiu em 50%. Mas isso foi conseguido com penalização do consumo ou produção?
Muito pelo contrário, tal redução se deve à políticas públicas de educação e conscientização. Tais políticas buscaram ridicularizar o fumante, demonstrando ele como alguém fraco e decrépito. Isso fez com que as gerações mais novas tivessem asco de cigarros e, por isso, diminuiu o numero de novos fumantes.
Adriano Nogara, Estudante de Direito
Adriano Nogara
Comentário · há 3 anos
A questão é mais profunda do que o simples "ter bens e serviços materiais". Porque ricos e famosos também se viciam? Devido ao ambiente onde vivem. Se estudares biologia, perceberá que todo organismo é uma soma entre "pré-disposição genética e ambiente".
Embora possam frequentar escolas melhores e terem todos os bens materiais ao seu alcance, no caso dos ricos, isso não garante que tenham um ambiente emocional acolhedor. Citando o texto, os pais precisam passar tempo construtivo com seus filhos, brincando de forma lúdica. Mas o que vemos é bem diferente: pais que relegam seus filhos à educação instrumental das escolas, depois para as tecnologias e por fim aos círculos sociais (sendo estes normalmente povoados por outros ricos, que não aprenderam nada a não ser dinheiro e aparência). É inevitável que uma pessoa que nasce vendo seus pais dano mais importância a aparência que qualquer outra coisa, quando um amigo lhe oferecer uma droga na frente dos demais, ele jamais irá recusar (por medo de ser taxado de fraco, que não sabe aproveitar a vida etc.)
Conquanto aos famosos, voltamos ao mesmo ponto, ambiente. Não deve ser fácil ser uma celebridade, ter sua vida monitorada a cada instante, devendo ter de viver em uma "prisão de diamantes". Vale ressaltar que o mundo dos famosos é envolto por um sem número de aproveitadores, os quais sabem ludibriar os famosos para tirar proveito. Pegue o exemplo Justin Bieber, porque o mesmo cometeu tantos delitos? Por que era uma criança mundialmente conhecida, para quem não haviam limites ou consequências de seus atos.
Finalizando (imaginando que ainda estão lendo), não existe "o problema das drogas", pois o consumo das drogas não é o problema, mas apenas o resultado de outro problema. Metaforicamente, é tratar com aspirina a dor de cabeça que surge por causa de um tumor cerebral. Ao meu ver, além de caro, é burrice.
Abraços e espero ter ajudado

Perfis que segue

Carregando

Seguidores

Carregando

Tópicos de interesse

(4)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Adriano

Carregando

Adriano Nogara

Entrar em contato